Facebook passa a permitir monetização para vídeos curtos

Pai da Júlia e do Pedro. Especialista em Marketing Digital, com MBA em e-Business pela FGV. Formado em Administração de Empresas pelo IBMEC. Empreteco.
17/03/2021
Gestão de Mídias Sociais

No último dia 11 de março, Mark Zuckerberg anunciou que, a partir de agora, é possível monetizar vídeos curtos no Facebook. A ideia é um grande passo para criadores de conteúdo, que passam a ter uma possibilidade maior de ganhar dinheiro com materiais na plataforma.

Na verdade, esta nova permissão é uma tática da rede social para conseguir incentivar ainda mais a criação de conteúdo e todo o trabalho dos produtores. Isso permitirá que novas estratégias de comunicação possam ser usadas para ganhar dinheiro na plataforma.

O Facebook anunciou esta nova permissão justamente em uma época que a rede está com uma das maiores quedas de usuários. Representantes da plataforma percebem que cada vez mais jovens e adultos deixam a mídia social e, como uma tentativa de evitar que as empresas passem a sair, o Facebook decidiu dar mais uma possibilidade de monetização.

Mas como funciona essa nova forma de monetização? Quais são as regras? É sobre isso que vamos falar no artigo de hoje.

monetizar vídeos curtos no Facebook

Entenda como funciona e como monetizar vídeos curtos no Facebook

Até o momento do anúncio, apenas vídeos de 3 minutos, no mínimo, tinham acesso a esta plataforma de monetização. A partir de agora, essa regra diminui o tempo mínimo para 1 minuto, abrindo mais uma possibilidade de gerar receita paras as empresas sem precisar fazer vídeos muito longos, já que poucas pessoas interagem com eles nas redes.

Segunda a plataforma, esta ideia surgiu com o objetivo de diversificar as fontes de receita na plataforma, dando mais possibilidades de criar conteúdo e se comunicar com o público de cada empresa e criador de conteúdo. Vale destacar que vídeos não são o forte do Facebook, por isso, quanto menor for o conteúdo, maior a chance de ele ser assertivo com o público.

É justamente por isso que a decisão de diminuir o tempo mínimo foi bem acertada. Diferentemente do Youtube, o Facebook não é um espaço ideal para estes vídeos longos. Dessa maneira, com a diminuição para 1 minuto, as empresas têm a chance de se comunicar com seu público de maneira mais rápida e eficiente e ainda ser monetizada por isso. O mesmo vale para os criadores de conteúdo.

Agência de Gestão de Mídias Sociais

Em breve, os stories também serão monetizados

Junto ao anúncio da monetização para vídeos curtos, com mínimo de 1 minuto, o Facebook ainda divulgou o planejamento de monetizar, ainda, os stories da plataforma. Os anúncios, segundo a rede, apareceriam como figurinhas nos stories e, assim, aumentariam as possibilidade de monetização para os criadores.

“Nas próximas semanas, começaremos a testar a capacidade dos criadores de conteúdo de monetizar seus Stories no Facebook com anúncios que parecem adesivos e receber uma parte da receita resultante”, anunciou o Facebook em comunicado.

Além disso, a rede deixou em aberto que segue com seus planos direcionados aos criadores de conteúdo. Segundo eles, a monetização pode expandir até para vídeos mais curtos, com menos de 1 minuto, mas essa ainda é uma pauta no planejamento, o que não impede que ela saia do papel logo, logo.

Em breve, os stories também serão monetizados

Fonte: Freepik

4 coisas que estão atrapalhando a sua presença nas redes sociais

As mídias sociais são espaços com características muito específicas. Sites como o Twitter, o Instagram ou o Facebook possuem linguagens e recursos próprios, podendo, agora, monetizar vídeos curtos no Facebook. Sendo assim, criar uma estratégia de marketing digital para essas plataformas pode ser uma tarefa muito difícil. É preciso ter muito cuidado e um planejamento detalhado.

Fazer esse planejamento inclui entender quais são os erros mais comuns que empresários cometem ao usar as redes sociais. Por isso, a seguir, vamos apresentar 4 coisas que podem estar atrapalhando a presença da sua marca nas mídias sociais. Confira!

Falta de consistência na identidade visual

Uma identidade visual é a imagem que a sua empresa passa com todos os recursos gráficos que ela utiliza. Desse modo, a comunicação visual adotada nas redes sociais é crucial para determinar esse elemento.

Mas não basta querer criar uma identidade visual para ter sucesso com ela. Na verdade, é preciso pensar nesse processo de construção com cuidado, pois ele deve ser feito de forma consistente. Somente dessa maneira será possível criar uma imagem sólida que faça com que o público crie uma opinião positiva da marca.

Devido a isso, a falta de consistência na identidade visual é uma das coisas que podem atrapalhar a presença de uma marca nas redes sociais. Portanto, procure escolher alguns elementos para conectar as suas iniciativas gráficas umas com as outras. Uma paleta de cores, por exemplo, é uma ótima ideia.

5 principais dicas para melhorar a comunicação visual da sua empresa

Fonte: Freepik

Pouca interação com os seguidores

A principal métrica para o sucesso nas redes sociais é a interação entre a página e os seus seguidores. Desse modo, se o perfil da sua marca não recebe muitas interações, isso é prejudicial para a sua estratégia.

Uma boa maneira de remediar isso é respondendo a todos os comentários que o seu perfil recebe. Essas respostas podem incentivar novos comentários, aumentando os níveis de engajamento de forma geral.

Aprenda a fazer uma campanha no facebook

Fonte: Freepik

Ausência de CTAs nos posts

Todo post feito nas redes sociais deve conter uma CTA, ou uma chamada para a ação. Uma chamada para a ação é um convite para que o usuário faça alguma coisa após consumir um determinado conteúdo.

No caso de uma postagem nas redes sociais, uma CTA serve como uma instrução que normalmente estimula o engajamento. Por exemplo, um pedido para que os seguidores curtam, compartilhem e comentem no post. Esse tipo de detalhe faz toda a diferença na performance de uma postagem, e esquecer das CTAs é um erro grave.

Agência de Gestão de Mídias Sociais

Falta de ajuda profissional

Se você está tentando administrar as redes sociais de uma marca e não está conseguindo, é hora de encarar a realidade: uma das coisas que estão atrapalhando a sua presença nas redes sociais é tentar cuidar disso por conta própria. Principalmente agora, que dá para monetizar vídeos curtos no Facebook.

A ajuda especializada é fundamental para esse tipo de estratégia. Por isso, contratar uma agência de marketing digital é sempre a melhor opção.

Não sabe que agência contratar? A Agência IMMA é uma excelente escolha. Entre em contato e faça um orçamento para obter mais informações!

Veja também