Entrevista com Giovanna Diamante: Marketing Digital e Olimpíadas

Com 22 anos e formado em Jornalismo, trabalha como Redator de Conteúdo na Agência IMMA, sendo responsável por todo o conteúdo textual. Em sua bagagem, possui experiência com criação de texto para rádio, jornal impresso e portais online.
08/07/2021
Marketing Digital

As Olimpíadas de Tóquio estão cada vez mais próximas, restando apenas poucos dias para a sua realização. Em meio a uma realidade completamente diferente dos eventos olímpicos anteriores, novas tendências têm dado espaço e se tornando cada vez mais importantes para sua realização. Neste sentido, o Marketing Digital aparece como uma parte importante da espinha dorsal das Olimpíadas de Tóquio

O elo entre Marketing Digital e Olimpíadas vai muito além do que a publicidade presente nos Jogos Olímpicos ou aos patrocinadores que garantem uma festa ainda mais agradável e com a estrutura adequada. Este é um elo que engloba socialização, torcida, incentivo ao esporte e faz, de fato, o show acontecer da melhor maneira possível.

Para falar um pouco mais sobre essa relação entre Marketing Digital e Olimpíadas, convidamos a nadadora Giovanna Diamante, que estará representando o Brasil em Tóquio 2021 na Prova 4x100m Medley Misto.

Relação da Giovanna e a Piscina

Fonte: Ricardo Bufolin

Giovanna Diamante e sua relação com a piscina

Como mencionamos acima, Giovanna é uma atleta que está no time de profissionais que representarão o Brasil nas Olimpíadas de Tóquio. No entanto, sua relação com a piscina é muito mais antiga, como contou com exclusividade para a Agência IMMA.

“Entrei na piscina pela primeira vez antes dos 6 meses de idade, com meus pais. Desde então nunca mais sai da água. Passei pelos clubes Paineiras, SESI e hoje defendo as cores do Pinheiros. Já representei o Brasil em competições internacionais como, Mundial Júnior, Olimpíadas da Juventude, Sul Americanos e no Pan Americano”, declarou Giovanna.

No seu currículo, Giovanna ainda anota os títulos de campeã brasileira nas provas de 100 e 200 metros borboleta, campeã sul-americana e pan-americana e também medalha de prata nos Jogos Olímpicos da Juventude, em 2014.

Agência de Gestão de Mídias Sociais

“Depois de muito trabalho e muitas competições, me classifiquei para defender o Brasil nas Olimpíadas de Tóquio, com o revezamento 4×100 medley misto”, concluiu sobre o sonho olímpico.

Falando especificamente nas expectativas para os Jogos de Tóquio, Giovanna declarou que espera trazer bons resultados para o Brasil, tendo em vista toda a dedicação e resultado dos treinos. Segundo ela, a sensação em representar o Brasil é de absoluto orgulho.

“Nós sabemos o quanto é difícil chegar na seleção olímpica em um país onde o esporte é pouco valorizado. Ainda mais sendo mulher atleta, as dificuldades aumentam e muito. Então, fico muito orgulhosa e feliz em poder representar o Brasil” afirmou a atleta.

Marketing Digital e Olimpíadas

Fonte: Saulo Cruz

Marketing Digital e Olimpíadas: as redes sociais

Em tempos pandêmicos, a presença do público fica ainda mais restrita e extremamente limitada. De acordo com o Comitê Organizador das Olimpíadas de Tóquio, não será permitida a presença de torcida em Tóquio, apenas em modalidades disputadas fora da cidade.

Com esse cenário, as redes sociais se tornam as principais ferramentas para aproximar o público dos atletas e fazer com que eles sintam um pouco do apoio de toda a torcida. Por conta disso, torcer nas Olimpíadas se tornou algo completamente diferente.

Pensando nessa situação, muitos atletas e equipes estão investindo em marketing digital para promover o engajamento e motivar os atletas que estão se preparando para as Olimpíadas.

Para Giovanna, esse apoio pelas mídias sociais é importantíssimo. Segundo ela, com as restrições de público nos Jogos Olímpicos, a torcida acaba sendo virtual e através das redes sociais.

“Tenho certeza de que os amantes do esporte vão querer acompanhar os atletas, mesmo de longe, pelas redes sociais. Vai ser uma ótima forma de divulgação do esporte. Essencial, eu diria”, explica a atleta.

O Brasil é uma grande potência, já que o alcance dos conteúdos nas redes sociais brasileiras tem um alcance de 97%, o país que tem maior taxa de alcance no mundo, mesmo se compararmos com outras potências como EUA e Inglaterra.

Giovanna Diamante na Equipe de Natação

Fonte: Satíro Sodré/SSPress

Um exemplo do potencial das redes sociais para o Brasil, o Clube de Regatas do Flamengo atingiu, no primeiro quadrimestre de 2021, um total de 208 milhões de interações nas suas redes sociais, o primeiro clube no ranking das Américas. O segundo colocado, para efeitos de comparação, conta com 123 milhões.

Falando em um clube em específico já é um número absurdamente grande, imagina quando falamos do Brasil como um todo. A união entre os clubes e a torcida nacional do quinto país mais populoso do mundo.

Portanto, para os atletas brasileiros, as redes sociais têm, de fato, um poder ainda maior, podendo ser uma motivação extra para os Jogos Olímpicos, principalmente se analisarmos o cenário atual.

Flamengo se destaca nas redes sociais

Fonte: Divulgação (Twitter/@DeporFinanzas)

Marketing Digital e Olimpíadas: parcerias de incentivo

O marketing de parceria é um tema muito conhecido e que vem ganhando cada vez mais adeptos, principalmente com o crescimento dos influenciadores digitais. No entanto, antes mesmo do surgimento desses influenciadores, as parcerias já eram muito comuns no meio esportivo, principalmente nas Olimpíadas.

Essas parcerias e patrocínios dados aos atletas acabam tendo papel fundamental no desenvolvimento profissional do próprio atleta e ajuda a incentivar a prática de esporte entre jovens, principalmente de áreas carentes e que olham para esta parceria como uma forma de “ganhar a vida”.

Neste sentido, Giovanna acredita que as parcerias e patrocínios são de extrema importância no meio esportivo, ajudando no investimento do atleta e na divulgação da imagem.

Giovanna Diamante vai representar o Brasil em Tóquio

Fonte: Saulo Cruz

“Em um país onde o esporte não é tão valorizado e visto pelo público, é uma forma do atleta se desenvolver profissionalmente. Acredito que é uma via de mão dupla: a empresa que apoia o atleta ganha visibilidade com a imagem do atleta”, declarou a nadadora.

Direcionando o conteúdo especificamente para empresas e empreendedores, podemos destacar que a marca ganha muito com essas parcerias, tendo a imagem ligada diretamente no incentivo ao esporte, práticas saudáveis e permitindo que a nação consiga suas medalhas.

Ou seja, essas parcerias acabam não sendo vistas como desperdício de dinheiro ou doações. Na verdade, são investimentos que ajudarão a alavancar a imagem da marca e, ao mesmo tempo, irão auxiliar no desenvolvimento dos atletas e na promoção da prática de esportes. Assim, Giovanna Diamante ainda destaca que esse tipo de investimento não deve ser sazonal, sendo empregado apenas em época Olímpica.

“Acredito que a parceria com os atletas deveria ser permanente, porque beneficia ambos e cria quase que uma parceria. Ganham os dois lados”, explicou a atleta.

Disputando a medalha de ouro em Tóquio

Satíro Sodré/SSPress

Marketing Digital e Olimpíadas: um elo cada vez mais próximo

Tendo em vista todo o cenário atual e as mudanças naturais da sociedade, a relação entre Marketing Digital e Olimpíadas vem ganhando cada vez mais peso, inclusive nos resultados dos jogos.

Estratégias nas redes sociais, conteúdo direcionado, promoção para engajamento pretendem ser os grandes destaques em uma edição completamente única dos Jogos Olímpicos.

Ao mesmo tempo, uma espécie de marketing empregado há muito tempo segue firme e forte para manter a qualidade das competições, o Marketing de Parcerias, que ajuda no desenvolvimento e permite que a marca tenha um aumento exponencial na imagem. Para o atleta, é o que ajuda a construir e a trilhar a carreira.

“Ser atleta requer muito investimento, desde os materiais de treino até as competições. Estes incentivos por parte do governo e empresas privadas possibilitam que nós atletas continuemos investindo em constante evolução. E esse não é um trabalho só pra uma ou outra competição. É uma estrada longa e o apoio é fundamental”, concluiu Giovanna em nossa entrevista exclusiva.

Agência de Gestão de Mídias Sociais

Faça marketing digital com a ajuda de profissionais

Se você quer investir mais em marketing digital e ver sua empresa se destacar no ambiente virtual, a melhor atitude é contar com a ajuda de uma agência de marketing digital, como a Agência IMMA.

Nós oferecemos uma ótima variedade de serviços por um preço super acessível. Quer saber mais sobre a gente? Entre em contato e faça seu orçamento hoje mesmo.

Veja também