Entenda qual é a diferença entre vendas simples e vendas complexas

Pai da Júlia e do Pedro. Especialista em Marketing Digital, com MBA em e-Business pela FGV. Formado em Administração de Empresas pelo IBMEC. Empreteco.
01/04/2021
Lojas Virtuais | Marketing Digital

Você sabe qual a diferença entre vendas simples e vendas complexas? No marketing, é preciso ter em mente uma série de objetivos. Mas um dos mais comuns é aumentar as vendas de uma marca. Afinal, para uma empresa, a quantidade de vendas é um dos principais indicativos para o sucesso. No entanto, para aumentar esse número, é necessário entender como o processo de vendas funciona.

Isso significa saber que existem diferentes experiências e diferentes formas de administrá-las. Em outras palavras, é fundamental entender qual é a diferença entre vendas simples e vendas complexas. Quer saber o que isso significa? Então continue com a leitura!

Entenda qual é a diferença entre vendas simples e vendas complexas

Fonte: Freepik

Entenda qual é a diferença entre vendas simples e vendas complexas

Aumentar as vendas de uma marca, como qualquer outro plano, é algo que pode ser alcançado com a ajuda do marketing digital. Isso porque o alcance e as possibilidades oferecidas pelo mundo online são muito amplas e podem contribuir muito para o sucesso de qualquer empresa.

Mas, para utilizar o marketing online para vendas de forma eficiente, é preciso entender muito do assunto. E isso inclui saber a diferença entre vendas simples e vendas complexas. A seguir, então, vamos falar um pouco sobre cada um desses tipos de venda. Confira!

Vendas simples

Uma venda simples é o tipo mais comum de venda, como o nome já sugere. Trata-se do tipo de venda que é feito pelo vendedor de varejo. Assim, quando uma pessoa entra, por exemplo, em uma padaria e compra um sonho, o que foi realizado foi uma venda simples.

O que caracteriza esse tipo de venda, portanto, é a suposição. Normalmente, o cliente entra na loja sabendo o que deseja comprar (no exemplo da padaria, a pessoa entra para comprar um sonho). Assim, o vendedor opera através de um princípio de suposição, supondo qual é a melhor opção para o cliente com base nessa escolha (selecionando o sonho para entregar por cima do balcão).

4 formas de acelerar as suas vendas

Fonte: Freepik

Às vezes, o vendedor apresenta mais de uma opção. Essa é a técnica do ou/ou. Nela, duas opções que podem se adequar ao gosto do cliente são apresentadas.

Esse tipo de técnica é útil na venda simples porque agiliza a operação da venda. Isso, no comércio de varejo, é crucial, pois lojas de produtos pequenos precisam de grandes volumes de venda para lucrar.

Vendas complexas

As vendas complexas normalmente se referem a produtos maiores, de preço mais alto e que requerem um entendimento maior para a compra. Nesse tipo de venda, o vendedor adota uma postura mais consultiva. Isso porque ele deve informar o cliente do que for necessário para que ele tenha uma boa experiência.

Esse tipo de venda é muito comum em empresas B2B, que vendem para outras empresas. Vender para uma empresa é muito mais complexo do que vender para um consumidor direto. Há mais exigências, e um nível de conhecimento técnico que requer o atendimento de um especialista da área. 

As vendas complexas, portanto, necessitam de um processo de vendas mais detalhado. Um dos maiores aliados nesse processo é o marketing de conteúdo, que ajuda o lead a confiar mais na marca e se sentir mais seguro para fazer uma compra grande.

Agência de Gestão de Lojas Virtuais

Venda mais com o marketing digital

Agora que você já sabe qual é a diferença entre vendas simples e vendas complexas, é hora de colocar esse conhecimento a serviço da prática. Isso pode ser feito com o marketing digital, mas o ideal é contar com a ajuda de uma agência de marketing digital.

A Agência IMMA, por exemplo, é uma ótima opção. E aí, quer saber mais? Então não perca tempo: Entre em contato com a IMMA e faça já um orçamento para a sua marca!

Veja também