10 tendências para mídia social em 2018

O que está no horizonte do marketing de redes sociais em 2018? Com o novo ano se aproximando rapidamente, é importante refletir sobre o que está por vir para garantir um bom planejamento para as estratégias do próximo ano. Confira 10 tendências para mídia social em 2018.

10 tendências para mídia social em 2018

Fonte: Freepik.

Tendências para mídia social em 2018 que vão te ajudar a criar estratégias:

1. Realidade aumentada: recentemente, a Apple anunciou o iPhone 8 e o iPhone X, dispositivos que incorporam um novo chip que permite aos telefones oferecer aos usuários experiências extraordinárias de realidade aumentada. Embora essa tecnologia tenha seu impacto inicial nos jogos mobile, é provável que as plataformas de redes sociais também encontrem maneiras de incorporá-la.

É provável que o Snapchat ou o Instagram, por exemplo, logo ofereçam filtros que permitam que os usuários façam selfies com amigos ou celebridades projetadas através da realidade aumentada. Da mesma forma, as marcas podem em breve projetar seus produtos nas casas dos usuários de redes sociais através de filtros especiais.

2. Aumento da popularidade do Instagram Stories: mais de 200 milhões de pessoas usam Instagram Stories a cada mês (50 milhões de usuários a mais que o Snapchat). E o Instagram Stories tem apenas um ano de idade! Se este crescimento se manter, quase metade de todos os usuários do Instagram estarão usando os Stories até o final de 2018. Isso significa que as marcas interessadas em se conectar com esses usuários devem buscar dominar a ferramenta o quanto antes.

Tendências para redes sociais

Fonte: Freepik.

3. Investimento contínuo no marketing com influenciadores: mais de 90% dos comerciantes que possuem uma estratégia de marketing com influenciadores acreditam ser bem-sucedidas. A maioria das empresas usam estratégias de marketing com influenciadores baseadas em mídias sociais para se conectarem com novas audiências e melhorar o envolvimento com o público existente.

Este ano vimos que marcas que optaram por estratégias de publicidade tradicionais lutaram para se conectar aos usuários nas redes sociais e, por isso, é provável que no próximo ano ainda mais marcas adotem mais fortemente o marketing com influenciadores como uma maneira de se conectar com públicos que tendem a ignorar as estratégias tradicionais.

4. Investimentos na Geração Z: um estudo recente divulgado pela Goldman Sachs concluiu que a Geração Z era mais valiosa para a maioria das organizações do que os millennials. Hoje, a pessoa mais velha da Geração Z tem 22 anos. Esse grupo está começando a entrar no mercado de trabalho e terá um poder aquisitivo de compra alto por algum tempo.

Veja também  3 tendências de marketing em mídia social para 2018

Tendências em mídias sociais

Fonte: Freepik.

As marcas apenas começaram a reconhecer isso, o que está levando a mudanças em suas estratégias de mídia social para atender também a este novo grupo. Certamente veremos grandes investimentos nas plataformas mais usadas pela Geração Z, como é o caso do Snapchat e do Instagram.

5. Aumento da participação das marcas nas plataformas de mensagens: mais de 2,5 bilhões de pessoas usam plataformas de mensagens, e ainda assim há marcas que ainda estão focadas apenas na conexão com os consumidores via redes sociais. Em 2018, espera-se que as marcas invistam mais tempo e dinheiro na conexão com clientes via plataformas de mensagens.

Inteligência artificial, assistentes de voz e chatbots permitirão que as marcas ofereçam experiências de compras personalizadas em plataformas de mensagens, como o Facebook Messenger, WhatsApp e Kik.

Marketing digital 2018

Fonte: Freepik.

6. Expansão das transmissões ao vivo: o que antes era um pequeno truque tornou-se uma grande parte das mídias sociais e uma das tendências para mídia social em 2018. Hoje, marcas de todos os tamanhos já começaram a usar o streaming ao vivo para capturar a atenção dos seguidores. Em 2018, mais marcas começarão a perceber o poder da transmissão ao vivo e a vão incorporá-la a seus planos de marketing de conteúdo.

7. Repensar o Twitter: o Twitter não conseguiu aumentar significativamente seu número de seguidores em 2017; de fato, LinkedIn, Facebook e Instagram têm mais seguidores. Além disso, este ano o Twitter também perdeu o acesso a jogos NFL. Em 2018, é provável que a liderança da plataforma tenha como objetivo repensar a forma como ela opera.

As possíveis mudanças no Twitter incluem especulações sobre a venda da empresa a investidores privados, alterando a plataforma para incluir algum elemento de assinatura e/ou renovando as opções de publicidade, que não são tão procuradas quanto de outras plataformas.

Marketing na internet

Fonte: Freepik.

8. Hangouts: a Houseparty é uma plataforma de hangouts de vídeo usada por mais de um milhão de pessoas por dia. Seu público principal é a Geração Z, que a utiliza como para conversar com os amigos ao vivo. A plataforma é tão bem-sucedida que o Facebook está tentando desenvolver uma funcionalidade similar.

Já vimos o vídeo se tornar cada vez mais importante nas redes sociais, e os hangouts em vídeo ao vivo em grupo são, talvez, o próximo passo natural desta mais uma das tendências para mídia social em 2018. É concebível que, em 2018, o Facebook anuncie um produto similar à Houseparty que conquistará os usuários, assim como foi a introdução do Instagram Stories este ano.

Veja também  Entenda a importância do relatório de mídias sociais

9. Facebook Spaces: o Facebook não está apenas interessado na transmissão de vídeo ao vivo. Eles trabalharam em um projeto chamado Spaces, projetado para permitir que os amigos se conectem via realidade virtual. Dado que o Facebook tem uma empresa de hardware e software de realidade virtual, não é nenhuma surpresa que ela esteja desenvolvendo uma funcionalidade para usar essa nova tecnologia.

Tendências para 2018

Fonte: Freepik.

O Facebook está pronto para lançar o Spaces em 2018 e, quando eles fizerem isso, é provável que este seja o primeiro produto de realidade virtual em mídia social bem-sucedido e em grande escala.

10. Redes sociais com políticas de governança mais fortes: após uma série de decisões controversas durante as eleições presidenciais norte americanas de 2016, as redes sociais adotaram uma abordagem mais prática para reger a conduta em suas plataformas. O Facebook, por exemplo, tirou vários anúncios do ar e investiu em novas formas de controle humano e via inteligência artificial.

Plano de gestão de mídias sociais

Dada a grande crítica que o Facebook e o Twitter receberam durante 2017, é provável que essas plataformas abracem novos códigos de conduta e políticas de governança que protejam as marcas de críticas futuras.

Uma série de novas tendências para mídia social em 2018 afetarão os usuários e as marcas. É provável que o streaming de vídeo e a realidade virtual se tornem o centro das atenções. Além disso, as marcas se farão cada vez mais presentes em plataformas sociais mais novas, como Instagram e Snapchat, uma vez que Geração Z passa mais tempo nelas.

Veja também

Analista de mídias sociais: saiba mais sobre o que esse profissional faz

By | Gestão de Mídias Sociais

O analista de mídias sociais tem ganhado cada vez mais espaço no mercado do marketing digital. Esse profissional é responsável pela gestão de redes sociais distintas de uma mesma empresa ou de diversos clientes. Isso dependerá da forma como ele trabalha. Confira o artigo e saiba mais!

Veja também  Mídia social ou SEO: qual gera mais tráfego para o site?
Read More
Dicas para medir os resultados de anúncios em redes sociais

Dicas para medir o resultado de anúncios em redes sociais

By | Gestão de Mídias Sociais

Os anúncios sociais pagos são uma ótima maneira de impulsionar vendas, gerar leads e aumentar o reconhecimento da marca. Mas, seus esforços podem ser desperdiçados se seus anúncios não apresentarem um bom desempenho ou se você estiver medindo sua performance de forma pouco precisa. Neste artigo, você vai conferir as melhores dicas para medir o resultado de anúncios em redes sociais.

Read More
Rodrigo Darzi

Sobre Rodrigo Darzi

Pai de 2 filhos. Especialista em Marketing Digital. MBA em e-Business pela FGV. Formado em Administração de Empresas pelo IBMEC. Empreteco.