9 segredos surpreendentes sobre a taxa de abertura de e-mails

Imagine como as coisas seriam mais simples se existisse uma ferramenta que abrisse os e-mails para os usuários automaticamente. A taxa de abertura de qualquer e-mail seria imensa. No entanto, no mundo real, as pessoas decidem se abrem ou não um e-mail, o que afeta a taxa de abertura de qualquer peça.  Por isso, confira neste artigo 9 segredos sobre a taxa de abertura de e-mails.

Segredos sobre a taxa de abertura de e-mails

Fonte: Freepik.

9 segredos sobre a taxa de abertura de e-mails:

1. O que vemos nem sempre corresponde a realidade: muitas vezes você deve ter visto a sua campanha de e-mail marketing sofrendo com uma taxa de abertura baixa. No entanto, nem sempre o que vemos corresponde a realidade.

Muitas vezes, devido à utilização de um servidor ruim ou bloqueios automáticos, a taxa de abertura não pode ser controlada. Isso acaba gerando uma baixa taxa de abertura do e-mail, enquanto na realidade, essa taxa pode ter sido bastante alta e surpreendente. Vale ressaltar que, segundo o servidor Mail Jet, a taxa de abertura média de e-mails marketing gira em torno de 15% a 25%.

2. Tipo de conta: a taxa de abertura de um e-mail também depende do tipo de conta que o seu assinante está usando. Segundo a plataforma Easy Sendy, existem 8 tipos de conta, ou seja, de caixas de entrada.

Taxa de abertura

Fonte: Freepik.

Super usuários: são os assinantes que gostam de ler os e-mails que são enviados para eles e torná-lo em um ponto de contato com as marcas. Não há nada mais chamativo para eles do que e-mails promocionais em sua caixa de entrada.

Pessoas comprometidas: esses assinantes se envolvem apenas com os e-mails que são do seu interesse. Eles compõem 10% dos seus assinantes e abrem 23% de seus e-mails.

Super assinantes: a caixa de entrada deste assinante é sempre cheia com um grande número de e-mails. Eles recebem e-mails promocionais o tempo todo, mas se envolvem com poucos. Consiste em 9% do seu público e abrem 25% dos seus e-mails.

Secundários engajados: são considerados pouco ativos e leem muito poucos e-mails. São os 9% de seus usuários e abrem 13% de seus e-mails.

E-mail marketing

Fonte: Freepik.

Secundários não engajados: esses assinantes só se envolvem com sua conta poucas vezes por mês ou semana. Eles se envolvem com poucos e-mails e, provavelmente, informou sua conta secundária para este contato. Eles são os 9% de seus assinantes e leem 12% de seus e-mails.

Pessoas inativas: caixas de correio que permanecem inativas por mais de um mês, mas surpreendentemente recebem uma quantidade elevada de e-mails pessoais. Eles consistem de 0,5% de seus assinantes e leem apenas 1% dos e-mails que você envia.

Inativo secundário: contas muito raramente usadas, que recebem basicamente e-mails promocionais. Geralmente, essas contas são criadas para separar os e-mails pessoais e de trabalho de publicidades. Constituem 25% de seus assinantes e leem menos de 1% de seus e-mails.

Conta ociosa: o nome já diz tudo. Os donos dessas contas quase nunca acessam o e-mail e não interagiram com você por um período prolongado. Além disso, eles dificilmente recebem e-mails. Infelizmente, podem chegar a constituir 35% de seus assinantes, mas só leem 0.25% de seus e-mails.

Dicas de e-mail marketing

Fonte: Freepik.

3. A infraestrutura importa muito: a taxa de abertura dos e-mails depende da configuração de infraestrutura que você incorporou em sua campanha de e-mail marketing. Esse é um dos segredos sobre a taxa de abertura de e-mails, pois essas configurações são responsáveis por enviar o seu e-mail para a caixa de entrada dos assinantes sem que virem spams.

Veja também  7 dicas para aumentar sua lista de e-mails

Fazer a implementação de protocolos, como SPF, DKIM e registros DMARC para sua campanha de marketing por e-mail pode aumentar a taxa de abertura, fazendo com que um número maior de mensagens chegue aos usuários. Além disso, também vale a pena implementar o Google Postmaster.

4. Os usuários inscritos estão engajados o suficiente para abrir seus e-mails? É melhor você ter uma resposta para esta pergunta, pois é o engajamento dos assinantes com seus e-mails que determina as taxas de abertura das mensagens. Você deve enviar e-mails para seus assinantes para chamar sua atenção instantaneamente assim que eles assinam sua lista.

Por exemplo, se um usuário se inscreve a partir de uma página sobre sapatos, vá em frente e envie uma campanha de e-mail com ofertas especiais de sapatos. Isso vai despertar seu interesse e obrigá-lo a abrir o e-mail. Esse truque pode se provar ainda mais bem-sucedido se você implementar algum tipo de personalização para seus e-mails.

Taxa de abertura de e-mails

Fonte: Freepik.

5. A proporção correta entre texto e imagem em um e-mail também faz muita diferença: essa proporção é muito importante e depende do tipo de e-mail que você está enviando. Se for uma mensagem falando sobre o novo lançamento de uma linha de roupas, certifique-se de implementar imagens dela no corpo do e-mail. Isso permitirá ao seu assinante decidir clicar no e-mail ou não.

Por outro lado, se você estiver enviando um e-mail transacional, implementar mais texto pode gerar mais engajamento junto a mensagem. No entanto, para ambos os casos, certifique-se de que seus e-mails foram projetados para abrir tanto em dispositivos móveis (celulares e smartphones) quanto em desktops e laptops.

6. Limpeza periódica da lista de e-mails: ter uma lista de e-mails limpa significa remover todos os endereços que não se envolvem com seus e-mails por um longo período. O envio de e-mails para esses assinantes pode custar muito, pois eles podem marcar as mensagens como spam ou enviá-las diretamente para a lixeira.

Se seus e-mails deixarem esses usuários irritados, eles podem começar a denunciá-los constantemente, o que fará com que você caia em uma black list, o que é péssimo para qualquer campanha. Essas black lists podem fazer com que seus e-mails caiam automaticamente no filtro de spam de vários servidores. Além disso, sair delas é quase impossível.

E-mail marketing

Fonte: Freepik.

7. Seus assinantes são juízes: seu trabalho duro é impressionar seus assinantes. Se você conseguir impressioná-los, será bem-sucedido. Portanto, torne os e-mails mais bem recebidos pelos usuários um ponto de partida para a criação de outras campanhas. Você também pode realizar testes A/B e ver qual tática funciona melhor para eles.

8. Escolha do título e personalização: não escolher bons títulos para seus e-mails pode te marcar como spamer. Se você não quer que isso aconteça, certifique-se de estar pensando o suficiente nisso antes de enviar as mensagens. Há pessoas que demoram tanto tempo escolhendo um título quanto criando a peça que será enviada.

Além disso, a personalização é muito importante também, pois permite que seu assinante se conecte melhor aos seus e-mails e ainda se sentirem um pouco mais queridos durante sua leitura.

Veja também  Como fazer uma campanha de e-mail marketing de sucesso

9. De olho no relógio: a taxa de abertura de um e-mail depende da programação que você está seguindo para enviá-los. Mensagens enviadas no meio da madrugada não costumam ter uma taxa de abertura tão boa quanto as enviadas na parte da manhã. Afinal, muitos usuários têm o hábito de verificar seus e-mails logo pela manhã e não no meio da noite.

E-mail marketing

Fonte: Freepik.

O envio de e-mails nos fins de semana também costuma gerar uma taxa de abertura maior em comparação com os enviados nos dias úteis, quando as pessoas estão mais ocupadas com seus trabalhos. Portanto, certifique-se de saber quando enviar um e-mail para seus assinantes para obter a melhor taxa de abertura possível.

Agora que você conhece alguns segredos sobre a taxa de abertura de e-mails, conte com os profissionais da Agência IMMA para criar sua campanha de e-mails.

Veja também

Como criar uma newsletter

Como criar uma newsletter

By | E-mail Marketing

Se você trabalha com marketing digital, provavelmente conhece o conceito de newsletter. Esses boletins informativos por e-mail são uma ferramenta popular utilizada por muitas empresas para manter sua marca na mente dos consumidores. Mas como criar uma newsletter? E o que a torna boa a ponto de um usuário clicar nela?

Read More
Rodrigo Darzi

Sobre Rodrigo Darzi

Pai de 2 filhos. Especialista em Marketing Digital. MBA em e-Business pela FGV. Formado em Administração de Empresas pelo IBMEC. Empreteco.

E-book de Mídias Sociais
A Agência IMMA preparou um material exclusivo para você começar entender como funciona a gestão de mídias sociais e como utilizá-las.

Insira o seu e-mail para receber o nosso e-book
QUERO MEU E-BOOK