5 formas de estragar sua estratégia de marketing de conteúdo

O marketing de conteúdo gera enormes benefícios para qualquer marca ou empresa. Mas, como acontece com qualquer processo de marketing, você deve ter um plano definido com uma conexão clara com seus objetivos comerciais mais amplos. Do contrário, pode estar apenas encontrando formas de estragar sua estratégia de marketing de conteúdo sem se dar conta disso.

Content Marketing

Fonte: Freepik.

O marketing de conteúdo se popularizou muito, levando muitas empresas a entrarem neste mundo sem estarem realmente preparadas e com planos que não atendem completamente suas necessidades. Dessa forma, é quase impossível alcançar os objetivos pretendidos (isso quando se sabe quais objetivos são esses).

Para te ajudar a evitar certas dificuldades mais comuns, separamos 5 formas de estragar sua estratégia de marketing de conteúdo.

1. Achar que muito é o mesmo que melhor: a internet está completamente preenchida de conteúdo. Porém, o objetivo de marcas e empresas deve ser produzir conteúdo que facilitem a vida das pessoas, e não as tornar mais difíceis. Colocar um monte de conteúdo no ar a toda hora diminui a possibilidade das pessoas de acompanhar esse fluxo.

5 formas de estragar sua estratégia de marketing de conteúdo

Fonte: Freepik.

Somente no WordPress, são publicados dois milhões de posts de blog por dia. Os usuários de e-mail enviam 204 milhões de mensagens por minuto. No Twitter, são cerca de 6 mil tweets a cada segundo. Pare de pensar que quantidade é sinônimo de qualidade, pois todos sabemos que isso está completamente fora da realidade.

A máxima de que menos é mais continua válida até os dias de hoje. Quanto mais opções oferecemos ao público, mais confuso ele fica e mais propenso a tomar decisões equivocadas. Isso é conhecido como “ansiedade de escolha” e nos afeta o tempo todo. Concentre-se ao máximo na qualidade e na relevância e quantidade não será um problema.

2. Evitar o estágio de planejamento: tal como acontece com a atividade comercial ou o marketing tradicional, você precisa de estrutura e lógica como base para suas atividades. Quando você considera o tempo e o esforço significativos necessários para criar um conteúdo efetivo, não é nenhuma surpresa que os comerciantes sem um plano acabem por estragar sua estratégia de marketing de conteúdo.

Veja também  Qual é o melhor comprimento para um post de blog

Marketing

Fonte: Freepik.

Um plano documentado não só dá foco e direção como permite que você alinhe o conteúdo com seus objetivos de negócios, garanta consistência nas mensagens de marca, aloque seus recursos de forma mais eficaz, identifique problemas na estratégia com facilidade, encontre soluções para essas lacunas e ainda obtenha inspiração para novas ideias.

3. Recusar-se a reutilizar: reutilizar conteúdos passados permite que você maximize o valor do conteúdo original e de todo o esforço de pesquisa por trás dele, tornando-o mais acessível de acordo com as mais diferentes preferências do seu público-alvo (formato longo, formato curto, lista, peças gráficas, vídeo, etc.).

Por exemplo, pode-se produzir um ebook detalhado e em seguida usar seus pontos-chave para uma série de postagens de blog, usar as estatísticas mais interessantes para produzir infográficos, separar as melhores passagens para criar uma apresentação de slides, adaptar as melhores partes para um podcast, dentre várias outras coisas.

Marketing de Conteúdo

Fonte: Freepik.

Reutilizar não é trapacear: trata-se de usar seus conteúdos originais da forma mais inteligente levando em consideração particularidades do seu público.

4. Trabalhar exilado: a colaboração com equipes de fora do marketing significa que você terá um conjunto muito maior de habilidades, conhecimentos e experiência para aproveitar, permitindo uma produção de conteúdo mais rico e melhor segmentado.

Aqueles que interagem diretamente com os clientes constantes e potenciais, por exemplo, sabem em primeira mão as principais dúvidas dessas pessoas, seus tópicos de interesse específicos e até comentários pertinentes sobre o negócio. Conversar com essa equipe permite que você aborde essas questões no seu conteúdo e se concentre em escrever sobre tópicos que realmente preocupam o público.

Veja também  SEO para jornalistas

Marketing Digital

Fonte: Freepik.

Comunique-se regularmente com as mais diferentes áreas da empresa e incentive a participação de todos na criação de conteúdo. As pessoas são, inclusive, mais propensas a defender sua estratégia de conteúdo e até compartilhar algum material com seus contatos quando sentem que também fazem parte daquilo. Se tiver uma agência de marketing responsável pelo conteúdo, passe essas informações regularmente.

5. Não saber onde o público está: não é provável que publicar conteúdos vagamente relevantes de forma arbitrária em vários canais atinja os resultados que você está procurando. Quando você está investido seu tempo e esforço na criação de algo, perder a oportunidade de maximizar seu impacto é só mais uma das formas de estragar sua estratégia de marketing de conteúdo.

Identifique os canais mais relevantes para o seu público e que melhor apresentam seu conteúdo. Certifique-se de que o seu conteúdo foi cuidadosamente elaborado recebe a atenção que merece, usando as métricas que as diferentes plataformas oferecem. Esses dados ajudam a atingir o público certo, no lugar certo, na hora certa.

Veja também

Conteúdo duplicado: saiba o que é

Conteúdo duplicado: saiba o que é

By | Marketing de Conteúdo

No mundo do SEO, sempre nos dizem para evitar conteúdo duplicado porque isso tende a gerar resultados indesejados. Mas por quê? Como isso afeta o SEO e o ranqueamento do site? Você sabia que até mesmo blocos de conteúdo semelhantes podem ser considerados conteúdos duplicados pelos mecanismos de busca? Leia o artigo e saiba mais.

Veja também  Como otimizar seus artigos
Read More
Rodrigo Darzi

Sobre Rodrigo Darzi

Pai de 2 filhos. Especialista em Marketing Digital. MBA em e-Business pela FGV. Formado em Administração de Empresas pelo IBMEC. Empreteco.