Conteúdo duplicado: saiba o que é

No mundo do SEO, sempre nos dizem para evitar conteúdo duplicado porque isso tende a gerar resultados indesejados. Mas por quê? Como isso afeta o SEO e o ranqueamento do site?

Como você provavelmente pode deduzir, “conteúdo duplicado” é quando um conteúdo aparece duas (ou até mais) vezes na internet. Por exemplo, se você publicar um artigo no seu blog e também em seu site, você terá um conteúdo duplicado. Mesmo blocos de conteúdo semelhantes podem ser considerados conteúdos duplicados pelos mecanismos de busca.

Conteúdo duplicado: saiba o que é

Fonte: Freepik

Mas por que isso é considerado algo ruim? Bem, tente se colocar no lugar do Google. Ele deseja oferecer a melhor experiência possível para seus usuários. Isso significa fornecer os resultados mais relevantes e de alta qualidade para consultas de pesquisa. Porém, quando ele se depara com um conteúdo duplicado, pode ser difícil determinar qual deles deve ser classificado e incluído no índice.

O Google é cauteloso quando o conteúdo é postado duas vezes. Isso porque há a possibilidade de ser spam, conteúdo plagiado ou mesmo um proprietário de site tentando aumentar o tráfego. Infelizmente, muitas vezes esse é um erro inocente, cometido por pessoas que não conhecem muito de SEO e acabam sofrendo punições devido a isso.

De qualquer forma, os algoritmos do Google não podem tomar decisões subjetivas e detectar qual versão do conteúdo é mais relevante. Portanto, ele simplesmente classifica tudo como conteúdo duplicado, indicando que o link é malicioso. Assim, faz com que o site não só perca posições, como também, muitas vezes, nem apareça nos rankings de busca.

Entenda melhor sobre o conteúdo duplicado

Fonte: Freepik

Como os mecanismos de busca encontram o conteúdo duplicado

Variações de URL

Existem várias maneiras do URL de um site ser exibido de forma diferente. Por exemplo, http://website.com e https://website.com têm o mesmo destino, mas os mecanismos de pesquisa os leem como dois URLs diferentes. Se o mesmo conteúdo for publicado nos dois, eles podem ser identificados como conteúdo duplicado.

Domínios geograficamente diferentes

Diferentes países têm domínios localizados, como ‘.br’ para o Brasil e ‘.ar’ para a Argentina. Se o conteúdo é o mesmo em todos esses domínios diferentes, isso pode gerar problemas de conteúdo duplicado.

Como os mecanismos de busca encontram o conteúdo duplicado

Fonte: Freepik

Conteúdo copiado

O Google não vê o plágio com bons olhos. Se o seu conteúdo for retirado diretamente de outra fonte, ele pode optar por não classificar você ou empurrar suas páginas para o final dos rankings de resultados. Ainda que o Google reconheça a curadoria de conteúdo, ele não costuma perdoar um site que copia e publica material dos outros sistematicamente.

Para reparar esse tipo de problema, é importante indicar qual versão é a correta. Em outras palavras, mostrar qual página da web merece o crédito por determinado conteúdo.

Redirecionamento 301

A configuração de um redirecionamento 301 leva o algoritmo de pesquisa à fonte original do conteúdo e informa quais páginas devem ser classificadas. Dessa forma, o mecanismo de busca não fica perdido ao acessar seu site, pois você está dando instruções sobre o que deve ser classificado.

Criação de artigos e conteúdos otimizados

Rel= “canonical”

Esse código é um sinal embutido no cabeçalho HTML de um site que informa aos robôs de pesquisa se uma página é original ou cópia. Assim, eles classificam as páginas canônicas, ou seja, as indicadas como originais, e tendem a ignorar as cópias.

Reescrever o conteúdo

O Google não vê problema quando alguém utiliza o conceito e a estrutura de um conteúdo já existente e o reescreve com suas próprias palavras, criando novas perspectivas ou fazendo acréscimos. Para ele, isso é uma curadoria de conteúdo e pode fazer muito bem para as classificações de qualquer site.

Nunca recorra ao conteúdo duplicado

Fonte: Freepik

Meta robôs “Noindex”

Essa é outra maneira de redirecionar os algoritmos de busca de uma página para outra. O problema com esse tipo de redirecionamento é que ele costuma ser ineficiente, pois é lento. É claro que você não deseja aumentar o tempo de carregamento de uma página no seu site só por causa de um redirecionamento.

A verdade é que é um grande desafio para desenvolvedores e donos de site evitar conteúdo duplicado. Porém, não é impossível. Ainda mais quando se investe num projeto sério de SEO, aliado a uma boa produção e curadoria de conteúdo.

Está procurando alguém para te ajudar a evitar conteúdo duplicado? Conte com o serviço de criação de conteúdo da Agência IMMA, especializada em marketing digital.

Veja também

Conteúdo duplicado: saiba o que é

Conteúdo duplicado: saiba o que é

By | Marketing de Conteúdo

No mundo do SEO, sempre nos dizem para evitar conteúdo duplicado porque isso tende a gerar resultados indesejados. Mas por quê? Como isso afeta o SEO e o ranqueamento do site? Você sabia que até mesmo blocos de conteúdo semelhantes podem ser considerados conteúdos duplicados pelos mecanismos de busca? Leia o artigo e saiba mais.

Read More
Rodrigo Darzi

Sobre Rodrigo Darzi

Pai de 2 filhos. Especialista em Marketing Digital. MBA em e-Business pela FGV. Formado em Administração de Empresas pelo IBMEC. Empreteco.