Otimização de imagens no Google: Como funciona

Pai da Júlia e do Pedro. Especialista em Marketing Digital, com MBA em e-Business pela FGV. Formado em Administração de Empresas pelo IBMEC. Empreteco.
02/10/2019
Criação de Sites | Gestão de Sites | Marketing Digital

Se você tem interesse em marketing digital, com certeza já ouviu falar de SEO e da importância de otimizar seu site e seus conteúdos. Mas você sabia que isso também vale para o conteúdo visual? Muitas pessoas não entendem como a otimização de imagens funciona, mas ela é uma estratégia de SEO fundamental que pode ajudar muito o seu site no seu crescimento no Google.

Nesse artigo vamos, então, falar um pouco a respeito do assunto.

Procurar por imagens e procurar por sites, no Google, são duas ações diferentes
Fonte: freepik.

Por que otimizar imagens

A primeira coisa que é preciso explicar é qual é a necessidade da otimização de imagens. Afinal, você pode se perguntar, não é o suficiente otimizar o conteúdo textual de um site?

A resposta é um sonoro “não”. Isso porque procurar por imagens e procurar por sites, no Google, são duas ações diferentes. Quando estamos buscando por imagens, podemos clicar na aba “imagens”, o que nos leva a uma nova busca por imagens que o Google considere relevante para a busca em questão.

 

E é aí que entra a otimização. A busca por imagens no Google representa um novo canal de oportunidade para melhorar o seu SEO e conseguir ficar entre os primeiros resultados, o que multiplica o tráfego orgânico do seu site.

Por exemplo, imagine que você possua uma loja virtual. Entre seus produtos, estão incluídas lâmpadas LED com formato de coração.

Se uma pessoa fizer uma busca no Google com essas palavras, ela não será direcionada até o seu site com base apenas na foto do seu produto. Isso porque o algoritmo lê textos, e não imagens. Por isso é importante buscar otimizar todas as fotos do seu site, garantindo um bom rankeamento na busca de conteúdo visual.

Como fazer a otimização de imagens para o Google

Há muitas formas de fazer a otimização de imagens. Vejamos, então, algumas delas.

Otimize o nome do arquivo
Fonte: Freepik

Otimize o nome do arquivo

Quando você adiciona uma imagem ao seu site ou blog, uma URL é criada com base no nome do arquivo. Isso significa que nomes aleatórios ou ilegíveis, como “IMG549”, são prejudiciais, pois o Google não consegue lê-los e identificar do que se trata a imagem.

Por isso, procure sempre nomear seus arquivos de imagens com palavras-chave relevantes sobre aquele assunto. No caso de uma lâmpada em formato de coração, por exemplo, dê um nome como “lampada-em-formato-de-coracao” (excluir os assentos e o cedilha também facilitam a leitura).

O que significa SEO

Fonte: freepik.

Preste atenção nas dimensões

O Google dá preferência por imagens com dimensões similares a 16:9 ou 4:3. Por isso, evite usar imagens que fujam desse padrão, principalmente se forem imagens verticais.

Use a tag alt

A tag alt é um texto alternativo para a sua imagem. Como a ideia é que seja apenas uma descrição, você pode modificá-la a qualquer momento com um editor HTML sem afetar a imagem em si.

Nesse caso, então, vale seguir as mesmas instruções usadas para o nome do arquivo: use palavras-chave na sua tag alt. Assim, o Google vai entender do que se trata a sua imagem e vai poder colocá-la em boas posições nas buscas relevantes.

Agência de Gestão e Otimização de Sites

Seja para otimização de imagens ou de textos, é sempre útil ter a ajuda de um profissional da área. Por isso, é uma boa ideia contratar uma agência de marketing digital para realizar o trabalho de otimização do seu site. Uma boa opção é a Agência IMMA, empresa bem estabelecida no mercado e que tem uma equipe de profissionais dedicados preparados para atender às suas necessidades. Quer saber mais? Entre em contato e faça um orçamento para a sua marca!

Veja também