4 razões para você não estar na primeira página do Google

Pai da Júlia e do Pedro. Especialista em Marketing Digital, com MBA em e-Business pela FGV. Formado em Administração de Empresas pelo IBMEC. Empreteco.
01/05/2019
Marketing Digital

Por que o meu site não está aparecendo na primeira página do Google? Quem trabalha com marketing digital sempre ouve esse tipo de pergunta. Afinal, a frustração é real e, para muitas empresas, um grande fator de estresse. Confira 4 razões para você não estar na primeira página do Google.

Se preocupar com SEO e em como ser reconhecido pelos mecanismos de pesquisa não precisa ser tão difícil. Encontramos infinitas dicas, truques, conselhos e recomendações sobre os motivos para um site classificar bem ou mal, mas um aspecto importante é entender que não existe milagre e é necessário esforço e investimento para que um site fique no topo dos rankings de busca.

Você configurou links externos apropriados para sua estratégia de SEO?

Fonte: Freepik

Igualmente importante é fazer uma pesquisa sobre sua indústria e o mercado-alvo para executar com sucesso um projeto de SEO apropriado. As razões para uma determinada posição no ranking variam de acordo com o tipo de negócio, o alcance de mercado, o design do site, dentre muitos outras coisas. Porém, há fatores comuns que contribuem para que os algoritmos de classificação joguem um site para baixo.

4 razões para você não estar na primeira página do Google:

Seu site não é responsivo

Não é preciso ser um gênio para saber que a maioria das pessoas já utiliza dispositivos móveis para acessar a web, e esse número está aumentando. Se você estiver usando um sistema de gerenciamento de conteúdo que não seja atualizado regularmente, você terá uma classificação mais baixa nos mecanismos de pesquisa.

4 razões para você não estar na primeira página do Google:

Fonte: Freepik

Você precisa garantir que seu site dê conta da demanda popular e os usuários querem um site seguro, confiável e cheio de recursos que funcionem corretamente, independentemente do dispositivo que eles estejam utilizando. Por isso, invista em um site que seja responsivo para atender bem qualquer pessoa que o acesse.

Você não trabalha bem o conteúdo

Crie conteúdo de qualidade que seja relevante para o seu nicho e mostre o que você tem a oferecer. O Google quer ver conteúdos que satisfaçam o que os usuários estão procurando e se o seu site tiver artigos pouco satisfatórios ou descrições de produtos ou serviços mínimos, sem uma boa densidade de palavras-chave, ele simplesmente não classificará bem.

Crie uma lista de palavras-chave realista e pertinente que beneficie sua empresa. Evite termos genéricos ou comuns que sejam altamente competitivos, reduzindo suas chances de um ranking orgânico mais alto. Pense no que seus usuários estão digitando para encontrar sua empresa e incorpore essas palavras específicas em todo o seu conteúdo para aumentar suas chances de classificação.

Crie conteúdo de qualidade que seja relevante para o seu nicho 

Fonte: Freepik

Se você já construiu seu conteúdo, você está utilizando meta tags, títulos de SEO, links e palavras-chave de forma adequada? Verifique regularmente seu conteúdo, páginas e links. Somente desta forma é possível conferir se o conteúdo existe ainda é aplicável, se seus links ainda estão ativos, se suas imagens são de qualidade e se você não tem nenhum erro desconhecido.

Você não está utilizando recursos off-site

Você configurou links externos apropriados para sua estratégia de SEO? Verifique seus backlinks para verificar onde eles estão e obter um bom tráfego de volta. Se seus links estão em sites que pouco tem a ver com seu negócio, isso pode ser realmente um problema.

Se você estiver produzindo conteúdo de qualidade regularmente, terá uma chance maior de sites de referência e usuários em geral compartilharem suas informações. Realize pesquisas regulares sobre diretórios ou sites relacionados ao setor que trariam benefícios para o seu negócio e busque construir conexões para obter oportunidades de backlinking.

Você configurou links externos apropriados para sua estratégia de SEO?

Fonte: Freepik

Seja social e crie perfis de mídia social para sua empresa. Mantenha-os atualizados para que eles tenham um papel ativo nos acontecimentos diários. Certifique-se de que você vinculou adequadamente suas contas sociais ao seu site para fazer com que a promoção cruzada flua para todos os lados.

Seus concorrentes estão se esforçando mais

Realize uma análise da concorrência. O que eles estão fazendo que você não está? Como eles estão gerenciando suas contas de mídia social? Eles estão usando blogs, executando anúncios pagos e alimentando regularmente o site?

Compare seus esforços com aqueles das empresas que são suas concorrentes diretas para ficar um passo a frente na sua estratégia de marketing digital, o que tende a garantir uma classificação melhor. Não permita que sua presença online fique estagnada ou o Google passará rapidamente as páginas de outras empresas na sua frente.

Essas são algumas razões para você não estar na primeira página do Google.

Fonte: Freepik


Lembre-se que você pode ter as melhores diretrizes e estar seguindo todas as regras, mas se estiver usando um site antigo ou uma plataforma desatualizada, provavelmente você será mandado para o fim dos rankings.

Essas são algumas razões para você não estar na primeira página do Google. Mas não desanime. Lembre-se que o Google coloca na frente sites que estão bem estabelecidos, além de apresentar uma considerável preferência por domínios mais antigos em relação aos criados recentemente.

Agência de Gestão e Otimização de Sites

É preciso tempo e esforço para mostrar ao Google que vale a pena colocar o seu site na primeira página de um ranking de pesquisa. Aqui na Agência IMMA, somos uma agência de marketing digital e realizamos serviços de SEO e gestão de sites que otimizam o seu marketing digital. Faça um orçamento com a gente!

Veja também